Notícias

Londres quer zerar emissões de transporte até 2050

Estratégia da gestão é focar nos transporte elétricos e alternativas sustentáveis de deslocamento.

Por Ciclo Vivo

Publicado em 13 de julho de 2017
Controlar tamanho de fontes:


O maior obstáculo a ser enfrentado pela capital da Inglaterra será garantir a infraestrutura necessária. | Foto: iStock by GettyImages

Diversas capitais mundiais estão anunciando medidas para reduzir as emissões de poluentes e Londres, na Inglaterra, não quer ficar de fora. Nesta semana, o prefeito da cidade, Sadiq Khan, anunciou uma importante iniciativa para reduzir os gases poluentes até zerar completamente as emissões nas próximas três décadas.

Atualmente, o sistema de transporte público já é elétrico e a ideia é dar procedimento nessa estratégia. Fazer com que mais pessoas optem por este tipo de deslocamento será uma das maiores metas do plano londrino.

A gestão, além de incentivar o uso de transporte público, quer que a população use mais as bicicletas e a caminhada como alternativas de deslocamento. O plano é reduzir o número de viagens em três milhões por dia.

O documento “Estratégia de Transporte” formulado para ser cumprido a longo prazo estabelece que táxis e veículos de aluguel alcancem a taxa zero até 2033, já ônibus até 2037 e demais veículos até 2040.

Como primeira meta, o centro de Londres deverá ser emissão zero até 2025. A partir daí, o programa será expandido pelo restante da cidade até 2050.

O maior obstáculo a ser enfrentado pela capital da Inglaterra será garantir a infraestrutura necessária para que os projetos sejam tirados do papel. Uma das resoluções que já está sendo adotada é a instalação das estações de carregamento para os veículos elétricos.

A Suécia e a Finlândia já anunciaram o comprometimento e serem carbono zero até 2045, cinco anos antes do objetivo de Londres.

 

Patrocinados

Comente no Facebook

Comente no IE
0 Comentários

obrigatório

obrigatório

 


Conheça a estrutura do Instituto e o que ele pode oferecer para você